Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/340
Título: Validação transcultural da "McGill Quality of Life Questionnaire” : qualidade de vida dos doentes em cuidados paliativos
Autor: Duarte, Ana Catarina Nunes Veríssimo
Querido, Ana Isabel Fernandes
Dixe, Maria dos Anjos
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Qualidade de vida
McGill Quality if Life Questionnaire
Data: Abr-2010
Citação: Duarte, A. C., Querido, A. I., & Dixe, M. A. (Abril de 2010). Validação transcultural da "McGill Quality of Life Questionnaire"- Qualidade de vida em doentes em cuidados intensivos. International Journal of Developmental and Educational Psychology , pp. 437-448.
Resumo: Introdução e objectivos: A investigação e a prática de cuidados no domínio da qualidade de vida (QV) de doentes em cuidados paliativos tem evidenciado a necessidade da construção/validação de instrumentos para avaliar com precisão a QV. Respondendo a esta necessidade, procedemos à validação transcultural do McGill Quality of Life Questionnaire (Cohen, Mount, Bruera, Provost, Rowe & Tong, 1997). Metodologia. Este estudo metodológico incidiu sobre 132 doentes com uma média de idades de 67,2 anos (SD=12,1), 56.1% homens e 82.6% são doentes oncológicos, a receber cuidados paliativos em média há 160 dias (SD= 295). Na validação seguiu-se a mesma metodologia dos autores da escala original a quem foi solicitada autorização, assim como às direcções das instituições onde recolhemos os dados. Solicitou-se consentimento informado aos doentes. Resultados: A escala, constituída por 16 itens, permite obter uma pontuação global (pontuação mais elevada maior QV) e pontuações correspondentes a quatro factores: físico, psicológico, existencial e apoio, isolados com recurso a análise factorial dos itens seguida de rotação ortogonal tipo Varimax, explicando 66,3% de variância acumulada. O Alfa de Cronbach (0,896) permite igualmente afirmar que o instrumento apresenta boa consistência interna. Conclusão. A escala validada apresenta boas características psicométricas permitindo a utilização na prática de cuidados e na investigação.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/340
Aparece nas colecções:Artigos em revistas internacionais



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.