Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/355
Título: Os sistemas de comunicação educacional como sistemas híbridos : um esforço de conceptualização
Autor: Faria, Susana
Palavras-chave: Comunicação organizacional
Nova gestão pública
Ideal empreendedor de organização
Hibridismo organizacional
Hibridismo comunicacional
Data: 27-Jan-2011
Editora: Associação Portuguesa de Sociologia
Resumo: Embora haja sinais de uma certa hegemonia da ideologia e das práticas managerialistas na actual gestão das escolas, o hibridismo político e institucional parece ser o traço dominante do panorama educativo em Portugal. Na sequência dos trabalhos que vários autores vêm desenvolvendo sobre o impacto da ideologia neo-conservadora na administração e na gestão pública dos estabelecimentos de ensino superior e não superior (Lima, 1997; Lima & Afonso, 2002; Barroso, 2003; Santiago, Magalhães e Carvalho, 2005), temos vindo a sustentar que as mudanças ocorridas são mais retóricas do que substantivas, sendo a nova retórica institucionalmente assumida, enquanto as práticas antigas se mantêm ou, pelo menos parcialmente, integram o novo discurso, reformulando-o e retirando-lhe alguma da força que os seus acérrimos defensores nela depositam (Santiago, Sarrico, Leite, Polidori & Leite 2003). Em termos comunicacionais, a hipótese por nós enunciada, é a de que o carácter híbrido das instituições educativas tem permitido integrar, numa perspectiva instrumental, diferentes processos, tipos e circuitos de comunicação, configurando sistemas de comunicação altamente complexos e, igualmente, híbridos. Este hibridismo comunicacional, que afasta a ideia de um plano de comunicação organizacional integrado, onde os processos comunicacionais constituiriam elementos de uma acção continuada, é tanto mais importante quanto condiciona a transformação identitária das instituições educativas. É que a comunicação parece estruturar o contexto de mudança e estar na génese de alguns dos rótulos identitários que elas atribuem a si próprias. Os dados empíricos que sustentaram este estudo, recolhidos no âmbito de um projecto de doutoramento, resultaram da observação do quotidiano de um agrupamento de escolas do ensino básico e dos testemunhos recolhidos, ao longo de três anos, nesta comunidade educativa (Faria, 2010).
Descrição: Comunicação apresentada no II Encontro de Sociologia que decorreu no Porto, em 2011.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/355
Versão do Editor: http://artigoseresumossoced.blogspot.com
Aparece nas colecções:Comunicações em conferências e congressos nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Os sistemas de comunicação educacional como sistemas híbridos.pdf289,69 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.