Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/613
Título: Isolamento e caracterização de fosfatases do tipo 2C e proteínas PYR/PYL em Armeria welwitschii
Autor: Delgado, Rodolfo
Palavras-chave: Ácido Abscisico (ABA)
Armeria welwitschii
Recetores PYR/PYL/RCAR
Fosfatases do tipo 2C (PP2C)
Stress hídrico e salino
Primers degenerados
PCR
Clonagem
Data de Defesa: 13-Dez-2011
Resumo: O ácido abscisico (ABA) tem um papel fundamental na resposta a situações de stress, em particular stress hídrico e salino. Recentemente foi identificada em Arabidopsis thaliana uma família de recetores citoplasmáticos de ABA (proteínas PYR/PYL/RCAR) que, em presença de ABA, inibem a atividade das proteínas fosfatases do tipo 2C (PP2C) do grupo A que são reguladores negativos da resposta a ABA. O habitat natural de Armeria welwitschii é um habitat em que em que o stress hídrico e salino é elevado e em que, os mecanismos de resistência a esses tipos de stress assumem um papel particularmente importante na sobrevivência dos indivíduos. A existência de populações a diferentes distâncias do mar e, portanto, sujeitas provavelmente a níveis bastante diferentes de stress constitui uma oportunidade para analisar a forma como os diferentes componentes da via de sinalização de ABA (e em particular as proteínas PYR/PYL/RCAR e as PP2Cs) são reguladas de forma a permitir a adaptação a essas condições. Neste trabalho, a identificação de genes que codificam proteínas PYR/PYL/RCAR e fosfatases do tipo 2C do grupo A em Armeria welwitschii, teve como base a análise de sequências dessas proteínas, e a correspondente sequência de nucleótidos, de espécies como Physcomitrella patens, Selaginella moellendorffii, Populus trichocarpa e Oryza sativa e Arabidopsis thaliana de forma a permitir o desenho de primers degenerados. As sequências foram alinhadas e as zonas conservadas foram consideradas para o desenho de primers degenerados. A amplificação foi efetuada utilizando cDNA obtido por transcrição reversa do RNA total extraído de Armeria welwitschii. Por reamplificação do produto obtido numa primeira reação e após clonagem dos produtos de amplificação verificou-se que se tinha isolado uma sequência de cDNA que apresentava uma elevada semelhança com PP2Cs de Arabidopsis thaliana.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Biotecnologia dos Recursos Marinhos apresentada à ESTM - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/613
Aparece nas colecções:Mestrado em Biotecnologia dos Recursos Marinhos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mestrado Biotecnologia RM_Rodolfo_Delgado.pdf2,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.