Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/585
Título: Comparação da sensibilidade de Danio rerio, Poecilia reticulata e Xiphophorus helleri a Aeromonas hydrophila e Aeromonas aquariorum
Autor: Chambel Martins, João
Palavras-chave: Aeromonas hydrophila
Aeromonas aquariorum
Peixes ornamentais
Doenças bacterianas
Infecção experimental
MS-222
Ornamental fish
Bacterial diseases
Experimental infection
Data de Defesa: 15-Dez-2011
Resumo: Este trabalho teve como objectivo comparar a sensibilidade de três das principais espécies de peixes ornamentais de água doce, Danio rerio, Poecilia reticulata e Xiphophorus helleri, a duas bactérias potencialmente zoonóticas para o Homem, Aeromonas hydprophila (SM 30016) e Aeromonas aquariorum (DSM 18362). De forma a efectuar a injecção intraperitoneal, foi necessário determinar a dose ideal de anestésico (MS-222) para cada uma das espécies de peixe estudadas, de modo a permitir o manuseamento dos peixes. Este foi o segundo, mas não menos importante, objectivo deste estudo. O critério adoptado para definir “dose ideal de anestésico” foi a dose capaz de provocar o plano 4 de anestesia num peixe em menos de 180 segundos, recuperação em menos de 300 segundos e sobrevivência de 100%, quando os animais são submetidos a uma longa exposição (30 minutos). Para tal foram utilizadas diferentes concentrações de anestésico (75-250 mg/l) nas diferentes espécies estudadas. A sensibilidade para as bactérias foi efectuada pela comparação do valor de dose letal capaz de matar 50% dos peixes (LD50) em 48 horas, através da injecção intraperitoneal de diferentes densidades das referidas bactérias. As doses ideais de MS-222 foram 75, 100 e 125mg/L para D. rerio, 125, 150 e 200 mg/L para P. reticulata e 125 e 150 mg/L para a espécie X. helleri. A espécie Aeromonas hydrophila revelou-se mais virulenta em todas as espécies de peixes relativamente a Aeromonas aquariorum. O LD50 encontrado para a espécie Aeromonas hydrophila foi de 7,87 x 106, 4,12 x 106 e 1,10 x 106 UFC/ml para D. rerio, P. reticulata e X. helleri, respectivamente. Para a espécie.Aeromonas aquariorum os valores de LD50 foram 3,03 x 108 UFC/ml para D. rerio, 1,56 x 108 UFC/ml para P. reticulata e 1,16 x 108 UFC para X. helleri. A sintomatologia observada na infecção por Aeromonas aquariorum e Aeromonas hydrophila foi semelhante em todos os peixes que apresentaram inchaço da cavidade abdominal e zonas hemorrágicas nas brânquias. De todos os antibióticos testados no ensaio in vitro, a Ciprofloxacina foi o único antibiótico com maior eficácia, quer para a Aeromonas aquariorum, quer para a Aeromonas hydrophila. Podemos concluir que a dose ideal de anestésico MS-222 varia para as espécies Danio rerio, Poecilia reticulata e Xiphophorus helleri, onde apenas a dose de 125 mg/l é capaz de anestesiar eficazmente todas as referidas espécies. Todos os peixes foram mais sensíveis à bactéria Aeromonas hydrophila quando comparada com Aeromonas aquariorum. A utilização de ciprofloxacina pode ser uma boa estratégia terapêutica para infecções provocadas por ambas as bactérias, principalmente porque não foi possível observar sintomatologias diferentes nas infecções provocas nestes peixes por Aeromonas hydrophila e Aeromonas aquariorum.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Aquacultura apresentada à ESTM - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/585
Aparece nas colecções:Mestrado em Aquacultura

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mestrado em Aquacultura_Joao_Chambel.pdf1,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.