Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/491
Título: A contribuição da animação turística para o aumento das taxas de ocupação de uma região
Autor: Almeida, Paulo
Palavras-chave: Turismo
Animação turística
Taxa de ocupação
Região Oeste
Data de Defesa: 2003
Resumo: O presente trabalho de investigação, propõe-se a tratar de uma forma cientifica, a problemática da Animação Turística. Assim, partindo do principio que a animação turística é uma componente importante e fundamental para a vinda e fixação de turistas, num determinado destino turístico, tentamos demonstrar, através de um estudo de caso, a sua contribuição para o aumento da ocupação de alojamento numa determinada região. A região em causa é a Região Oeste, região do litoral centro de Portugal, rica em património ambiental, histórico e cultural, possui um conjunto interessante de unidades de alojamento, dispostas a sustentabilizarem a sua actividade hoteleira com a componente Animação Turística. Este trabalho de investigação, começa por teorizar, através de bibliografia específica, toda a temática envolvente à animação, num fio condutor que nos leva ao Lazer e ao tempo de vida despendido para este, ao Recreio e ao desejo de recreação no mesmo, ao Turismo e ao usufruto dos espaços destinos, à Animação Turística e à ocupação activa, à Animação Turística Desportiva e ao desejo de participar nas actividades desportivas préprogramadas. Assim, esta primeira metade do trabalho é dedicada à teorização conceituada de toda a problemática envolvente à simbiose turismo/animação. Esta relação é a base da segunda metade do nosso trabalho, determinar a influência de um empreendimento turístico, que promove animação turística desportiva, na ocupação das unidades hoteleiras circundantes. Pretendemos, não só determinar, se essa influência é positiva ou negativa, mas tentar chegar a um número médio de quartos ocupados através do motivo golfe. Este trabalho pretende demonstrar que o turismo ganha, em ocupação, com a implementação de actividades de animação turística e, como consequência dessa ocupação, o respectivo aumento dos consumos e receitas dos turistas. Caso particular do golfe, como actividade de animação desportiva, apresentamos um conjunto de dados que nos permitem verificar, o quanto a Região Oeste tem a ganhar com a implementação e promoção desta atracção turística, complemento do turismo cultural já instalado e conceituado. Numa consciencialização pró-animação, sabemos que as constantes mudanças e evolução das sociedades, obrigam a mudanças de mentalidades na gestão e planeamento do turismo e das actividades turísticas. Os turistas de hoje não são os turistas de ontem, o turismo de amanhã não pode ser o turismo de hoje.
Descrição: Dissertação de Mestrado na área científica de Gestão e Desenvolvimento em Turismo apresentada ao Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial da Universidade de Aveiro, orientada pelo Professor Doutor João Felix Martins.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/491
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado Paulo Almeida.pdf1,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.