Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/3535
Título: Ser Educadora
Outros títulos: um percurso de aprendizagens com crianças e adultos desde a Creche ao Jardim de Infância
Autor: Nunes, Inês Marques
Orientador: Dias, Maria Isabel Pinto Simões
Palavras-chave: Educação Pré-escolar
Emoções
Aprendizagem
Data de Defesa: 19-Jun-2018
Resumo: O presente relatório de Prática de Ensino Supervisionada relata todo o meu percurso durante o ano letivo 2016/2017 e 2017/2018 no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar no Instituto Politécnico de Leiria. Este relatório apresenta-se dividido em duas partes. A primeira parte é referente à prática de ensino supervisionado em contexto de Creche e a segunda parte refere-se à experiência tida em contexto de Jardim de Infância (Jardim de Infância I - rede privada e Jardim de Infância II - rede pública). A parte I apresenta uma dimensão reflexiva acerca de todas as experiências vivenciadas em contexto de Creche e o ensaio investigativo realizado neste contexto e baseado na seguinte pergunta de partida: “Quais os tipos de choro que se identificam nas crianças da “Sala das Surpresas” ao longo do momento de brincadeira livre do período da manhã na creche?”. Para responder à presente questão foram delineados os seguintes objetivos: 1) estudar a resposta emocional do choro em contexto de creche; 2) identificar os tipos de choro que poderão ocorrer em contexto de creche, com crianças entre 12 aos 24 meses; 3) refletir sobre o papel do choro na comunicação com o adulto e na promoção do bem-estar da criança. Seguindo uma metodologia qualitativa, o estudo contou com a participação de 11 crianças com idades compreendidas entre os 12/24 meses ao longo de 5 momentos diferentes de brincadeira livre. Os dados foram recolhidos através da observação direta. Como forma de auxiliar a observação, foi utilizado a gravação de vídeo e para a análise dos dados, optou-se pela análise de conteúdo. Os resultados deste estudo revelaram que o choro se apresentou como um meio para a criança comunicar as suas necessidades (necessidade de dor, de frustração, de raiva) tendo sido possível verificar o papel do adulto na resposta aos diferentes tipos de choro das crianças e os motivos que levaram as crianças a chorar. A Parte II é referente à dimensão reflexiva acerca das experiências vivenciadas em contexto de Jardim de Infância I e II, nomeadamente, portfólio, metodologia de trabalho por projeto e outras aprendizagens significativas. Por fim, apresenta-se a conclusão final, as referências e os anexos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/3535
Designação: Mestrado em Educação Pré-Escolar
Aparece nas colecções:Mestrado em Educação Pré-Escolar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatórioalterações-Inês Nunes.pdf3,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.