Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/2282
Título: Necessidades de formação/informação de cuidadores informais de indivíduos com sequelas de acidente vascular cerebral: proposta de um programa de formação
Autor: Freire, Ana Luísa dos Santos
Orientador: Ribeiro, Jaime Emanuel Moreira
Mangas, Catarina Frade
Palavras-chave: Cuidador informal
Necessidades de formação e informação
Indivíduos com sequelas de AVC
Proposta de formação
Data de Defesa: 30-Dez-2014
Resumo: Este trabalho propõe-se identificar as necessidades de formação e informação dos cuidadores informais de indivíduos com sequelas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) de forma a projetar uma proposta de formação que colmate essas mesmas necessidades. A investigação incide sobre uma área ainda pouco explorada a nível nacional e de grande relevância face ao envelhecimento populacional e suas consequências. Constata-se a insuficiência de informação/formação nesta área, pelo que se reforça a necessidade de preencher as lacunas de (in)formação daqueles que estão na primeira linha de prestação de cuidados ao idoso com sequelas de AVC. A dificuldade de encontrar uma formação para este público-alvo deve-se ao escasso conhecimento das suas reais necessidades, bem como, pelo facto de não ser dirigido a estas necessidades um plano formal e sistemático. A oferta de (in)formação assume-se como um pilar decisivo para dotar o cuidador informal de competências que salvaguardem o bem-estar da pessoa cuidada, assim como o seu próprio. No enquadramento teórico, houve a necessidade de contextualizar esta problemática abordando-se o AVC e suas sequelas, as idiossincrasias da educação de adultos cuidadores, bem como uma contextualização aprofundada das necessidades dos cuidadores informais. O reconhecimento do papel da família no ato de cuidar, e um apontamento acerca do cuidador informal são fatores determinantes neste processo. Para a identificação das necessidades foi conduzido um inquérito por entrevista semi-estruturada ao público-alvo, os cuidadores informais, bem como a informadores-chave (cuidadores formais e indivíduos com sequelas de AVC), efetuando-se uma subsequente análise de conteúdo. Verificou-se a importância da informação/formação neste processo do ato de cuidar em diferentes dimensões. Os dados obtidos permitiram o desenvolvimento de uma proposta de formação para cuidadores informais.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/2282
Designação: Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Ativo
Aparece nas colecções:Mestrado em Intervenção para um Envelhecimento Ativo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ana luisa Freire.pdf4,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.