Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/174
Título: A gestão da qualidade no hospital : impacto da acreditação nas práticas críticas de gestão da qualidade para a performance hospitalar
Autor: Lopes, Maria Saudade Oliveira Custódio
Palavras-chave: Gestão da qualidade
Acreditação
Hospital
Performance hospitalar
Data de Defesa: Set-2007
Resumo: A acreditação surge como uma estratégia para a implementação de sistemas de qualidade nos hospitais portugueses, pelo que o objectivo deste estudo correlacional foi avaliar o impacto da acreditação hospitalar nas práticas críticas de gestão da qualidade para a performance hospitalar, percepcionadas por 224 profissionais de um hospital em acreditação e por 144 de um hospital sem acreditação, que constituíram duas amostras por conveniência e responderam a um questionário elaborado para o efeito. Foi, ainda, feita uma pesquisa documental sobre os indicadores estatísticos dos hospitais, que se revelaram insuficientes para a avaliação da performance hospitalar, mas na análise das práticas críticas de gestão da qualidade para a performance hospitalar, os dados indiciaram uma melhor performance no hospital em acreditação. A acreditação foi identificada como um projecto de qualidade por 97,29% dos participantes do hospital em acreditação e, estes percepcionaram, em média, mais práticas críticas de gestão da qualidade para a performance hospitalar do que os participantes do hospital sem acreditação. As diferenças foram estatisticamente significativas em todas as dimensões: liderança (t=18,576; p<0,001), orientação para o cliente (t=7,359; p<0,001), aprendizagem e inovação (t=6,894; p<0,001), segurança (t=10,750; p<0,001), gestão dos processos e dos recursos (t=11,323; p<0,001) e melhoria contínua (t=11,697; p<0,001). A liderança (M=3,05; DP=0,55) foi a dimensão mais pontuada e a orientação para o pessoal (M=2,49; DP=0,59) a menos pontuada no hospital em acreditação; a segurança (M=2,35; DP=0,53) a mais pontuada e a melhoria contínua (M=1,89; DP=0,62) a menos pontuada no hospital sem acreditação. Conclui-se que a acreditação é importante e necessária, mas insuficiente para o dinamismo da melhoria contínua da qualidade.
Descrição: Dissertação apresentada ao Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa para obtenção do grau de Mestre em Gestão de Serviços de Saúde, orientada por Albino Lopes.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/174
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese de Mestrado SL.pdf751,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.