Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.8/1543
Título: O impacto do governo das sociedades na manipulação dos resultados na Europa
Autor: Reis, Tiago André Antunes Pereira
Orientador: Jorge, Maria João da Silva
Palavras-chave: Governo das sociedades
Manipulação dos resultados
Corporate Governance Quickscore
Accruals discricionários
Data de Defesa: 1-Dez-2015
Resumo: O presente estudo tem como objetivo a análise do impacto do governo das sociedades nas práticas de manipulação dos resultados. Estes dois conceitos encontram-se interligados, uma vez que o principal objetivo do governo das sociedades é atenuar os conflitos de agência entre gestores e detentores de capital. Deste modo, o governo das sociedades traduz-se num conjunto de mecanismos que procuram alterar o comportamento oportunista dos gestores, a fim de que as decisões tomadas maximizem o valor da empresa para os acionistas. Por outro lado, a manipulação dos resultados corresponde à alteração propositada das demonstrações financeiras por parte da gestão com o intuito de obter benefícios privados. Consideramos uma amostra constituída por 252 empresas não financeiras, cotadas nos principais índices europeus no ano de 2013, num total de 16 países. Para mensurar a qualidade de governo das sociedades foi utilizado o Corporate Governance Quickscore, ao passo que considerámos os accruals discricionários como variável representativa das práticas de manipulação dos resultados. Concretamente, foi utilizado o modelo de Larcker e Richardson (2004) para estimação dos accruals discricionários. Através de um modelo de regressão linear, apresentamos evidência empírica significativa de que existe uma relação negativa entre o governo das sociedades e a manipulação dos resultados. Assim, um maior nível de qualidade de governo das sociedades está associada a um baixo nível de manipulação dos resultados. Verifica-se também que a variável representativa das oportunidades de crescimento apresenta uma relação positiva e significativa com a manipulação dos resultados, ou seja, quanto maiores forem as oportunidades de crescimento ao dispor da empresa maior será o nível de manipulação dos resultados.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/1543
Designação: Mestrado em Finanças Empresariais
Aparece nas colecções:Mestrado em Finanças Empresariais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tiago_Reis_Dissertação MFE-ESTG.pdf1,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.