Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Mestrados da ESTM >
Mestrado em Aquacultura >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/589

Título: Ensaio experimental de infecção de sargos (Diplodus sargus) e corvina (Argyrosomus regius) com Photobacterium damselae subsp. piscicida
Autor: Brunheta, Sónia
Palavras-chave: Photobacterium damselae subsp. piscicida
Diplodus sargus
Argyrosomus regius
Histopatologia
PCR
Histopathology
Issue Date: 2011
Resumo: O objectivo deste trabalho foi realizar um estudo preliminar para verificar a susceptibilidade das espécies Diplodus sargus e Argyrosomus regius ao patógeno Photobacterium damselae subsp. piscicida, e estudar as eventuais alterações a nível histopatológico e confirmar a presença da bactéria nos órgãos. Os peixes foram infectados por injecção intraperitoneal com 1 ml de uma suspensão bacteriana com 106 células/ml e com 1 ml de PBS estéril no grupo controlo. A experiência decorreu durante três semanas, sendo os peixes amostrados cada dois dias, recolhendo-se amostras de sangue e de órgãos internos (rim, baço e fígado) para realização de PCR, histopatologia e hematócrito. No final da experiência sacrificaram-se todos os exemplares para recolha de sangue e de órgãos internos. Para o Diplodus sargus o hematócrito revelou que existiam diferenças estatisticamente significativas entre o grupo controlo e o grupo infectado. Comparando os grupos por dia, apenas no dia 22 existam diferenças. Adicionalmente, foi ainda possível concluir que, em média o hematócrito no grupo controlo era superior ao grupo infectado. Os resultados obtidos do hematócrito da Argyrosomus regius não evidenciaram a existência de diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos em análise. Contudo comparando o hematócrito dos dois grupos por dia, já existiam diferenças no dia 15. As análises histopatológicas mostraram a presença de maior número de melanomacrófagos no grupo infectado tanto em Diplodus sargus como em Argyrosomus regius. Com a realização da PCR não se observou, em nenhuma das amostras das duas espécies estudadas bases, o fragmento específico com 267 pares de bases. No entanto, foi possível detectar a olho nú a presença da banda acima mencionada na amostra 32 (Corvina Infectado Baço Fragmento 1).
Descrição: Dissertação de Mestrado em Aquacultura apresentada à ESTM - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/589
Appears in Collections:Mestrado em Aquacultura

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Mestrado em Aquacultura_Sonia_Brunheta.pdf4,3 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia