Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Comunicações em conferências e congressos internacionais >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/466

Título: A entrevista biográfica na (re)construção de cinco histórias de ser e se tornar idoso(a)
Autor: Cozinheiro, Sofia
Vieira, Ricardo
Palavras-chave: Velhice
Heterogeneidade
Metodologia etnográfica
Entrevista biográfica
Trajectória biográfica
Projecto de vida
Qualidade de vida
Issue Date: 2008
Citação: COZINHEIRO, Sofia; VIEIRA, Ricardo - A entrevista biográfica na (re)construção de cinco histórias de ser e se tornar idoso(a). In: CRUZ, Fernando (Org.) Actas do III Congresso Internacional de Etnografia, Cabeceiras de Basto: AGIR. ISBN 978-989-8170-00-2.
Resumo: A velhice, à semelhança de outras fases da vida, não é adquirida mas sim construída e reconstruída através daquele que a vive e do contexto onde se vive, sendo por isso auto e hetero construída. Partindo desta premissa, esta comunicação, pretende dar a conhecer a heterogeneidade do ser idoso. Uma heterogeneidade formada a partir de subjectividades, de idiossincrasias, de diferentes caminhos e escolhas exemplificadas em cinco idosos estudados. O estudo que suporta esta apresentação foi realizado no âmbito do Mestrado em Educação e Diversidade Cultural. O mesmo busca conhecer e compreender o mundo subjectivo dos idosos através do entendimento dos factos na perspectiva do outro – Metodologia Etnográfica. A etnografia é uma forma de investigação que recolhe dados com a preocupação de compreender o outro. Esse outro não tem necessariamente de ser um outro submisso ou subalterno, esse outro pode ser o outro banal ou familiar que se encontra ao nosso lado ou no meio de nós, e neste caso a “[…] etnografia permite ao investigador ver-se naquilo que já pensava conhecer, evidenciando o seu etnocentrismo” (Caria, 2003: 12). As entrevistas biográficas foram as ferramentas usadas para captar o mundo interior dos cinco idosos. As entrevistas demonstram que a identidade do idoso é um processo que se constrói e reconstrói ao longo do tempo, inserindo-se numa trajectória biográfica. Esta trajectória é marcada pelos recursos existentes e por uma busca de sentido para a vida. Assim, a trajectória de vida dos idosos é influenciada pela procura de projectos e por uma alternância de escolhas e de opções. Nesta alternância busca-se um equilíbrio entre o que se tem e o que se é e o estabelecimento de estratégias que permitem inventar-se diferente. É nesta proporção, entre ser o que se é e inventar-se diferente, que reside a qualidade de vida dos idosos!
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/466
ISBN: 978-989-8170-00-2
Appears in Collections:Comunicações em conferências e congressos internacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
“A entrevista biográfica na (re)construção de cinco história.pdf156,46 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia