Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Comunicações em conferências e congressos internacionais >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/466

Título: A entrevista biográfica na (re)construção de cinco histórias de ser e se tornar idoso(a)
Autor: Cozinheiro, Sofia
Vieira, Ricardo
Palavras-chave: Velhice
Heterogeneidade
Metodologia etnográfica
Entrevista biográfica
Trajectória biográfica
Projecto de vida
Qualidade de vida
Issue Date: 2008
Citação: COZINHEIRO, Sofia; VIEIRA, Ricardo - A entrevista biográfica na (re)construção de cinco histórias de ser e se tornar idoso(a). In: CRUZ, Fernando (Org.) Actas do III Congresso Internacional de Etnografia, Cabeceiras de Basto: AGIR. ISBN 978-989-8170-00-2.
Resumo: A velhice, à semelhança de outras fases da vida, não é adquirida mas sim construída e reconstruída através daquele que a vive e do contexto onde se vive, sendo por isso auto e hetero construída. Partindo desta premissa, esta comunicação, pretende dar a conhecer a heterogeneidade do ser idoso. Uma heterogeneidade formada a partir de subjectividades, de idiossincrasias, de diferentes caminhos e escolhas exemplificadas em cinco idosos estudados. O estudo que suporta esta apresentação foi realizado no âmbito do Mestrado em Educação e Diversidade Cultural. O mesmo busca conhecer e compreender o mundo subjectivo dos idosos através do entendimento dos factos na perspectiva do outro – Metodologia Etnográfica. A etnografia é uma forma de investigação que recolhe dados com a preocupação de compreender o outro. Esse outro não tem necessariamente de ser um outro submisso ou subalterno, esse outro pode ser o outro banal ou familiar que se encontra ao nosso lado ou no meio de nós, e neste caso a “[…] etnografia permite ao investigador ver-se naquilo que já pensava conhecer, evidenciando o seu etnocentrismo” (Caria, 2003: 12). As entrevistas biográficas foram as ferramentas usadas para captar o mundo interior dos cinco idosos. As entrevistas demonstram que a identidade do idoso é um processo que se constrói e reconstrói ao longo do tempo, inserindo-se numa trajectória biográfica. Esta trajectória é marcada pelos recursos existentes e por uma busca de sentido para a vida. Assim, a trajectória de vida dos idosos é influenciada pela procura de projectos e por uma alternância de escolhas e de opções. Nesta alternância busca-se um equilíbrio entre o que se tem e o que se é e o estabelecimento de estratégias que permitem inventar-se diferente. É nesta proporção, entre ser o que se é e inventar-se diferente, que reside a qualidade de vida dos idosos!
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/466
ISBN: 978-989-8170-00-2
Appears in Collections:Comunicações em conferências e congressos internacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
“A entrevista biográfica na (re)construção de cinco história.pdf156,46 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia