Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Comunicações em conferências e congressos nacionais >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/458

Título: Territórios educativos e mecanismos de lidar com a diferença na escola
Autor: Vieira, Ana Maria
Vieira, Ricardo
Issue Date: 2011
Citação: VIEIRA, Ana Maria; VIEIRA, Ricardo - Territórios educativos e mecanismos de lidar com a diferença na escola. In: Actas do II Encontro de Sociologia da Educacão – “Educação, Territórios e (Des)Igualdades”, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2011, pp. 317-335.
Resumo: Pretendemos, nesta comunicação, dar conta duma investigação a decorrer no CIID-IPL (www.ciid.ipleiria.pt) que compara as práticas de Professores e de Técnicos Superiores de Serviço Social (TSTS) em dois Territórios Educativos do concelho de Leiria1: um Território Educativo de Intervenção Prioritária (TEIP) e um Agrupamento Escolar que tem sustentado uma “Oficina de Comportamento” a par do currículo formal e experimentado um Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF) do Instituto de Apoio à Criança (IAC) como meio de mediação sociopedagógica. Em ambos os territórios, as funções de mediação têm sido desempenhadas por professores e TSTS, um com mais autonomia para sustentar mediadores, outro que tem privilegiado o projecto educativo como gerador de créditos horários para afectar professores ao trabalho de mediação. Apesar das diferenças estruturais e de variedade de agentes educativos implicados, em ambos os territórios há uma crença de se trabalhar com a diferença cultural na escola, com a mediação de tensões sociais mas as práticas e discursos de professores e TSTS parecem inscrever-se numa postura ideológica próxima do que designamos de “patologização da diferença” que vê a escola contemporânea com muitos problemas que têm de ser resolvidos não só por professores mas, também, por psicólogos e TSTS como sejam os assistentes sociais, educadores sociais, sociólogos, animadores, etc. A tónica da prática parece ser posta na mediação para a resolução de conflitos (a escola como o hospital dos problemas sociais) e não tanto da mediação sócio-cultural, a montante dos problemas, resultante da (in)comunicação entre os agentes educativos e os alunos e suas famílias, bem como entre os diferentes alunos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/458
Appears in Collections:Comunicações em conferências e congressos nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Vieira R. Vieira A_ TERRITÓRIOS EDUCATIVOS E MECANISMOS DE L.pdf323,58 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia