Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Teses de Doutoramento >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/362

Título: Processos e práticas de inclusão educativa : do currículo comum ao currículo diferenciado
Autor: Barata, Clarinda
Issue Date: 2010
Editora: Universidade do Minho
Resumo: Este trabalho de investigação surge num momento em que questões como saberes básicos, a inclusão educativa e a diferenciação curricular têm tido visibilidade crescente, nomeadamente, no ensino básico. É imprescindível atender à diversidade, uma realidade cada vez mais comum no interior das salas de aulas, considerando-a não como um obstáculo mas como uma fonte enriquecedora do processo educativo, bem como à inclusão, matéria de particular relevância no nosso sistema educativo, uma vez que a partir delas se pode idealizar a educação como uma via propícia para concretizar princípios de equidade. Neste sentido, importa perceber se os professores estão a conseguir uma efectiva flexibilização e diferenciação curriculares nas escolas ou se, pelo contrário, continuam entrincheirados entre rotinas securizantes, adiando a possibilidade de edificar uma verdadeira escola inclusiva. Partindo desta problemática, este projecto de investigação norteou-se pelos seguintes objectivos gerais: conhecer as percepções dos professores do 1º Ciclo do Ensino Básico relativamente a inclusão, práticas inclusivas e escola inclusiva; compreender o impacto das políticas educativas e curriculares em termos de práticas inclusivas; identificar de que formas os professores (re)contextualizam o currículo prescrito a nível oficial; verificar de que modo os professores fazem a gestão da diversidade no interior da sala de aulas; verificar se recorrem, ou não, a estratégias e métodos de diferenciação curricular; avaliar a importância que os professores atribuem à formação contínua como motor de mudança e melhoria das práticas curriculares. Para o efeito, recorremos a uma metodologia de investigação de tipo misto, que incluiu a aplicação de um questionário aos docentes do 1.º Ciclo que frequentavam acções de formação contínua na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, e, posteriormente, a realização de entrevistas, a análise documental e a observação de aulas em duas situações específicas, configurando dois estudos de caso. Como principais conclusões podemos destacar que os dados confirmam e reforçam: (i) a ideia de que as questões curriculares são múltiplas, complexas e colocam-se a diferentes níveis, ou seja, desde o contexto em que o currículo é prescrito até ao contexto em que ele é efectivamente concretizado; (ii) a recontextualização do currículo constitui um importante desafio tanto ao nível das estruturas como dos instrumentos de gestão curricular das escolas; (iii) em tempos de heterogeneidade, diferença e diversidade, a formação contínua tem estado pouco atenta a estes aspectos; e (iv) que os professores estão, ainda que timidamente, a dar passos no sentido de construírem uma escola mais inclusiva, com recurso a pedagogias divergentes, procurando fazer da escola portuguesa um espaço de inclusão educativa, aberto à diferenciação curricular.
Descrição: Tese de Doutoramento apresentada à Universidade do Minho em 2010.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/362
Appears in Collections:Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TeseClarinda.pdf4,71 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia