Principal Comentários Entrar
   
   
Advanced Search  

IC-online >
IPL >
Teses de Doutoramento >

 
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.8/362

Título: Processos e práticas de inclusão educativa : do currículo comum ao currículo diferenciado
Autor: Barata, Clarinda
Issue Date: 2010
Editora: Universidade do Minho
Resumo: Este trabalho de investigação surge num momento em que questões como saberes básicos, a inclusão educativa e a diferenciação curricular têm tido visibilidade crescente, nomeadamente, no ensino básico. É imprescindível atender à diversidade, uma realidade cada vez mais comum no interior das salas de aulas, considerando-a não como um obstáculo mas como uma fonte enriquecedora do processo educativo, bem como à inclusão, matéria de particular relevância no nosso sistema educativo, uma vez que a partir delas se pode idealizar a educação como uma via propícia para concretizar princípios de equidade. Neste sentido, importa perceber se os professores estão a conseguir uma efectiva flexibilização e diferenciação curriculares nas escolas ou se, pelo contrário, continuam entrincheirados entre rotinas securizantes, adiando a possibilidade de edificar uma verdadeira escola inclusiva. Partindo desta problemática, este projecto de investigação norteou-se pelos seguintes objectivos gerais: conhecer as percepções dos professores do 1º Ciclo do Ensino Básico relativamente a inclusão, práticas inclusivas e escola inclusiva; compreender o impacto das políticas educativas e curriculares em termos de práticas inclusivas; identificar de que formas os professores (re)contextualizam o currículo prescrito a nível oficial; verificar de que modo os professores fazem a gestão da diversidade no interior da sala de aulas; verificar se recorrem, ou não, a estratégias e métodos de diferenciação curricular; avaliar a importância que os professores atribuem à formação contínua como motor de mudança e melhoria das práticas curriculares. Para o efeito, recorremos a uma metodologia de investigação de tipo misto, que incluiu a aplicação de um questionário aos docentes do 1.º Ciclo que frequentavam acções de formação contínua na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, e, posteriormente, a realização de entrevistas, a análise documental e a observação de aulas em duas situações específicas, configurando dois estudos de caso. Como principais conclusões podemos destacar que os dados confirmam e reforçam: (i) a ideia de que as questões curriculares são múltiplas, complexas e colocam-se a diferentes níveis, ou seja, desde o contexto em que o currículo é prescrito até ao contexto em que ele é efectivamente concretizado; (ii) a recontextualização do currículo constitui um importante desafio tanto ao nível das estruturas como dos instrumentos de gestão curricular das escolas; (iii) em tempos de heterogeneidade, diferença e diversidade, a formação contínua tem estado pouco atenta a estes aspectos; e (iv) que os professores estão, ainda que timidamente, a dar passos no sentido de construírem uma escola mais inclusiva, com recurso a pedagogias divergentes, procurando fazer da escola portuguesa um espaço de inclusão educativa, aberto à diferenciação curricular.
Descrição: Tese de Doutoramento apresentada à Universidade do Minho em 2010.
URI: http://hdl.handle.net/10400.8/362
Appears in Collections:Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TeseClarinda.pdf4,71 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© 2007-2009 Instituto Politécnico de Leiria - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia